Bar x Academia

Como a nossa música é, em muitas das suas deliciosas histórias, ligada na vida noturna dos bares, achei merecida esta “homenagem” ao berço de muitas de nossas melhores músicas (só para ilustrar, Tom e Vinicius tinham carteirinha de “sócio-atleta” de vários bares do Rio).

Este texto eu recebi por email, sem referência de autoria. Se alguém souber, por favor me avise que eu acerto aqui.

Por que será mais fácil frequentar um bar do que uma academia?

01 – Vantagem Numérica

Existem mais bares do que academias. Logo, é mais fácil encontrar um bar no seu caminho.

1×0 pro bar…

02 – Ambiente

No bar todo mundo está alegre. É o lugar onde a dureza do dia a dia amolece no primeiro gole de cerveja

Na academia todo mundo fica suando, carregando peso, bufando e fazendo cara feia..

2×0  pro bar

03 – Amizades simples e sinceras

No bar ninguém fica reparando se você está usando o tênis da moda. Os companheiros do bar só reparam se seu copo está cheio ou vazio.

3 x 0 pro bar.

04 – Compaixão

Você já ganhou alguma “saideira” da academia? Alguém já te deu uma semana de ginástica de graça?

No bar, com certeza você já ganhou uma cerveja “por conta”

4×0 pro bar..

05 – Liberdade

Você pode falar palavrão na academia?

5×0 pro bar

06 – Libertinagem e Democracia

No bar você pode dividir um banco com uma pessoa do sexo oposto ou do mesmo sexo. O problema é seu…

Na academia, dividir um aparelho dá até briga

6×0 pro bar

07 – Saúde

Você já viu um frequentador de bar reclamando de dores musculares, joelho bichado, tendinite?

7×0 pro bar

08 – Saudosismo

Alguém já tocou sua música romântica preferida na academia? É só bate-estaca, não é?

8×0 pro bar

09 – Emoção

Onde você comemora a vitória do seu time? No bar ou na academia?

9×0 pro bar

10 – Memória

Você já aprontou algo na academia, digno de contar para os seus netos?

10×0 pro BAR!!!

Portanto, se você tem amigos na academia repasse este informativo para salvá-los do mau caminho…

PS: Você já fez amizade com alguém tomando Gatorade? (saideira…)

Origem dos Grupos de Pagode – T.O.S.

Não resisti em “repostar” um texto que li no Blog do Neo, o excelente T.O.S (Todos Os Sentidos). Parabéns Neo:

Olá pessoas!

O Todos os Sentidos – T.O.S, cumprindo seu papel de veículo formador de opinião coloca no ar a série cultural inútil iniciada com este singelo post. O T.O.S informa que não faz nenhum tipo de acepção a pessoas, estilos, ritmos, manias, grupos, bandas, times, bordões e qualquer comportamento que tenha ligação direta com o texto a seguir ou qualquer outro da série “cultura inútil” que possa ser publicado aqui, mas como o texto era muito engraçado interessante, resolvemos publicá-lo.

A origem do pagode mela cueca, ou pagode meloso, ou pagode gosmento, ou ainda o pagode maria-mole é um tanto quanto desconhecida. DIZ A LENDA que dois camaradas que foram expulsos de um grupo de samba, porque choravam demais, não tinham resistência à bebida e não sabiam tocar cavaquinho, decidiram se juntar e formar um novo grupo…

– Mas não podiam ser uma dupla, porque isso é coisa de sertanejo.

– Não podiam ser um trio, porque isso é coisa de KLB e de dançarinos do É o Tchan.

– Não podiam ficar em quatro porque isso é MPB, tipo MPB 4 & Quarteto em Si.

– Não podiam ser cinco porque isso é coisa de Menudos, Bro’z, Polegar e Dominó.

Então ficou estabelecido que para montar um grupo de pagode é preciso pelo menos 6 pessoas. Além disso existem outros requisitos, que listaremos a seguir:

– Eles devem vir do mesmo bairro e terem mais ou menos a mesma idade.

– Um tem que ter cara de velho safado (podem perceber, sempre tem um).

– Um tem que ser baixinho e terá um nome que termine com “inho”, como Paulinho, Huguinho, Zezinho ou Luisinho.

– Eles devem usar a mesma roupa quando se apresentam, mesmo que ela tenha três (ou mais) cores e lantejoulas.

O esquema de apresentação na TV é o seguinte:

– Um fica na frente, dublando e abraçando as fãs (aquelas meninas que gritam sem parar).

– Um batuca um pandeiro, e outro dubla um cavaquinho.

– O resto se movimenta para os lados e balançam a cabeça em passos sincronizados. Toda vez que na letra da música aparecer a palavra: “você”, é necessário apontar com o dedo indicador e sorrir (tipo sorriso dengoso) para as fãs, ou para o telespectador. Feito.

IMPORTANTE:

Notem que seis é apenas o mínimo necessário, você pode colocar quantos amigos e parentes quiser no grupo.

Muito bom!!

A Linguiça – Arnaldo Jabor

A LINGUIÇA

Arnaldo Jabor

À medida que envelheço e convivo com outras, valorizo mais ainda as mulheres que estão acima dos 30.
Elas não se importam com o que você pensa, mas se dispõem de coração se você tiver a intenção de conversar.
Se ela não quer assistir ao jogo de futebol na tv, não fica à sua volta resmungando, pirraçando…
Vai fazer alguma coisa que queira fazer… E geralmente é alguma coisa bem mais interessante..
Ela se conhece o suficiente para saber quem é, o que e quem quer.
Elas definitivamente não ficam com quem não confiam. Mulheres se tornam psicanalistas quando envelhecem.
Você nunca precisa confessar seus pecados… Elas sempre sabem…
Ficam lindas quando usam batom vermelho. O mesmo não acontece com mulheres mais jovens… Por que será, hein??
Mulheres mais velhas são diretas e honestas. Elas te dirão na cara se você for um idiota, caso esteja agindo como um!
Você nunca precisa se preocupar onde se encaixa na vida dela. Basta agir como homem e o resto deixe que ela faça…
Sim, nós admiramos as mulheres com mais de 30 anos!
Infelizmente isto não é recíproco, pois prá cada mulher com mais de 30 anos, estonteante, bonita, bem apanhada,
sexy e resolvida, há um homem com mais de 30, careca, pançudo em bermudões amarelos, bancando o bobo para
uma garota de 19 anos…
Senhoras, eu peço desculpas por eles: não sabem o que fazem!
Para todos os homens que dizem: ‘Por que comprar a vaca, se você pode beber o leite de graça?’, aqui está a novidade para vocês:
Hoje em dia 80% das mulheres são contra o casamento e sabem por quê?

Porque ‘as mulheres perceberam que não vale a pena comprar um porco inteiro só para ter uma lingüiça!’